Você sabia que esses termos são LGBTQIA+fóbicos?

0
396

Certamente você já se deparou com algum conhecido ou amigo proferindo alguma dessas frases com conteúdo LGBTQIA+fóbico em uma roda de conversa. Compartilhamos algumas delas pois nem todo mundo sabe que há preconceito em muitas falas e sempre há tempo de aprendermos e nos engajarmos no combate ao preconceito.

  • “QUE DESPERDÍCIO” – No dicionário: uso sem proveito; perda.

Sugere que a orientação sexual ou identidade de gênero é um desperdício de tempo. Muitas vezes disfarçado de elogio, esse comentário remete que se a pessoa for LBGTQIA+ ela não terá serventia.

Ele agride não só a pessoa referida, mas também toda a comunidade LBGTQIA+, pois ainda que de forma velada, tenta invalidar outras formas de relacionamento, pressupondo que a única serventia de uma pessoa é para a heterossexualidade.

Bandeira LGBTQIA+. Fonte: divulgação
  • “NEM PARECE GAY!”

Outro comentário preconceituoso que normalmente ver disfarçado de elogio. Esse comentário não só enfatiza a desinformação de que todas as pessoas gays são iguais, mas também deprecia o estereótipo afeminado. O que se deve entender que, ser gay não diz respeito como a pessoa deva parecer ou se comportar.

  • “QUEM É O HOMEM DA RELAÇÃO?”

A comunidade LBGTQIA+ se manifesta no sentido que tal questionamento não é só preconceituoso, mas também invasivo e desrespeitoso.

Neste ponto é interessante refletir a respeito da distinção entre orientação sexual e identidade de gênero já que os dois conceitos não devem se confundir.

Para elucidar: Se em uma relação tem um homem, ele é o homem da relação. Se em uma relação tem dois homens, os dois são os homens da relação. Se em uma relação não tem ninguém do sexo masculino, não há homens na relação.

  • “NÃO TENHO NADA CONTRA, MAS…”

Não importa o que vier depois do “mas..”. Se uma frase precisou de uma justificativa para o que será falado, sempre será uma colocação discriminatória.

  • “TUDO BEM SER LBGTQIA+, SÓ NÃO PRECISA DEMONSTRAR”

Sugere opressão.

Comentário proferido geralmente por pessoas que aparentemente aceitam a sexualidade ou identidade de gênero alheia, mas na realidade a condenam.

  • “NO MEU TEMPO NÃO TINHA ISSO”

Comentário comum de pessoas que não se sentem confortáveis com as mudanças do mundo e as evoluções sociais. Frequentemente proferido por pessoas que se incomodam ao ver cada vez mais pessoas LBGTQIA+ assumindo sua sexualidade e/ou identidade de gênero.

  • “CARA DE TRAVECO”

Muito utilizada em referência a maquiagens e procedimentos faciais, o comentário deprecia a aparência dos travestis.

Leia mais: Confira dicas de filmes, séries e livros sobre o universo LGBTQIA+

  • “PARECE HOMEM/MULHER DE VERDADE”

Pessoas transexuais não parecem ser homens ou mulheres de verdade: ELAS SÃO. É um comentário preconceituoso que geralmente vem disfarçado de elogio.

Esses e outros comentários de conteúdo LGBTQIA+fóbicos, bastante habituais na vida cotidiana, nos remete ao pensamento do quanto ainda temos a evoluir, caminhar e construir uma sociedade em que realmente assegure a igualdade entre todas as pessoas.

*O conteúdo foi inspirado na postagem da página no instragram @maespeladiversidade, lhe assegurando os direitos autorais, no que couber.

Texto escrito por Mariana Campelo Faria Brandão.