Eu mereço ser julgado por um robô? - SiqueiraCastro
28638
post-template-default,single,single-post,postid-28638,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,qode-page-loading-effect-enabled,,qode-theme-ver-170.0,qode-theme-bridge webproducer,disabled_footer_bottom,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-155.5.5,vc_responsive

Eu mereço ser julgado por um robô?

Eu mereço ser julgado por um robô?

O uso da tecnologia tem sido cada vez mais adotado pelo judiciário brasileiro e, sobre este tema, nosso sócio Hugo Filardi escreveu um artigo publicado no jornal Valor Econômico. Para ele, os processos precisam de previsibilidade de gerenciamento, mas possibilitando aos magistrados encontrar “costuras” mais rentes aos pedidos encomendados.

Clique aqui e confira o artigo completo.