Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+: por que 28 de junho?

0
287

Hoje é o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+. E a data foi escolhida por conta de um episódio ocorrido na cidade de Nova Iorque, em um bar chamado Stonewall Inn.

Ele era frequentado por pessoas da comunidade LGBTQIA+ e sofria batidas policiais motivadas exclusivamente pelo preconceito. Até que no dia 28 de junho de 1969, oficiais e guardas da Divisão de Moral Pública invadiram o local e prenderam diversos clientes sob alegação de “conduta imoral”. Como as batidas eram frequentes neste local, sabia-se que eram movidas para coagir a comunidade LGBTQIA+. Além disso, essas batidas aconteciam com excesso de brutalidade e abuso de autoridade.

Contudo, neste 28 de junho de 1969, indignados com a frequente truculência policial sofrida pelos frequentadores, uma multidão de simpatizantes cercou o bar após a atuação da polícia no local e impediu que as pessoas detidas fossem retiradas.

O número de manifestantes ao redor do bar começou a aumentar com o passar das horas e os policiais ficaram isolados dentro do bar. Ao saírem, uma das mulheres detidas conseguiu se soltar e incitar a multidão. Foi o início a um embate entre a polícia e a comunidade LGBTQIA+. A briga se tornou violenta e teve que contar com a força tática da polícia de Nova York para dispersar.

E a manifestação continua

A manifestação em frente ao bar durou mais dois dias, com grande adesão de outros manifestantes, que também se espalharam por pontos diversos da cidade. Tal ação representou uma verdadeira revolta contra a perseguição, discriminação e a violência direcionada às pessoas por causa de sua orientação sexual ou identidade de gênero.

Estes eventos geraram a primeira parada do orgulho LGBTQIA+, que ocorreu no ano seguinte para fortalecer a luta contra o preconceito. Desde então, a Revolta de Stonewall Inn é considerada o marco zero da luta por direitos civis das minorias LGBTQIA+ e foi aderida em diversos países.

Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+. Fonte: divulgação

O Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+ continua tendo sua importância contra o preconceito, tratando-se de uma verdadeira batalha em busca de direitos e igualdade, pois a discriminação existe, a violência perdura e é necessário seguir lutando contra isso.

Brasil e o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+

Aqui, a cada vinte horas ocorre uma morte por lgbtfobia, segundo dados do GGB (Grupo Gay da Bahia). Apesar dos importantes direitos conquistados pela comunidade LGBTQIA+ no decorrer dos anos, e por meio de muita luta, a violência ainda é difícil de ser combatida, já que é gerada no preconceito, no ódio, no desconhecimento.

O dia 28 de junho é muito mais do que uma festa, uma parada. Esse dia representa, além das conquistas de direitos básicos, a luta contra a violência sofrida por uma comunidade que só quer amar, ser livre para ser quem é e sair por aí sem sentir medo.

Leia mais: Você sabia que esses termos são LGBTQIA+fóbicos?

É necessário lutar pela inclusão, pela diversidade, pelo amor, pelo arco-íris, pela liberdade. E essa data representa toda essa luta e todo amor que a comunidade LGBTQIA+ emana por aí!

Texto escrito por Tatiana Durant.